Sessão Evocativa do Sarau de Musica e Poesia

Em tempos de ditadura, trazer ao Barreiro gente progressista como Carlos Paredes,  Zeca Afonso, Odete Santos, entre muitos outros, para a realização de um sarau musical, só podia chamar a atenção da PIDE, polícia política.

Era um acto revolucionário e como tal tinha de ser tratado.

50 anos depois, em tempos de democracia, continua importante relembrar este acontecimento que marcou a história cultural/política do Concelho e do seu movimento associativo.

É  esta iniciativa do Cine Clube  do Barreiro  que nos propomos relembrar, no dia 11 de Novembro, pelas 16h, nas instalações da Cooperativa Cultural Popular Barreirense.

Cine Clube do Barreiro

Cooperativa Cultural Popular Barreirense